MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews The process cannot access the file 'D:\home\site\wwwroot\Visitas2.xml' because it is being used by another process. 2020: 20184187
Pageviews 2019: 4355776
Pageviews 2018: 4296564
Pageviews 2017: 4351543
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Instalando o System Center Configuration Manager 2007 SP2 R2 no Windows 2008 R2

Atualizei um sistema com System Center esta semana para o Windows 2008 R2 e me deparei com um problema novo. Os serviços aparentemente subiam, o cliente instalava e localiza o site code. Porem, não havia comunicação entre o cliente e o servidor e nos logs a role Management Point (MP) acusava o erro abaixo. Alem desse erro também é necessário instalar algumas features especificas no IIS 7.5 para funcionar os relatórios.

SINTOMA 1 – Não comunica com o Management Point

No log do cliente acusa erro de comunicação com o IIS e no log do servidor acusa erro de instalação do WebDav.

CCMExec.log - <![LOG[[CCMHTTP] HTTP ERROR: URL=http://<server>/ccm_system/request, Port=80,

MPSetup.Log - Failed to get WebDAV settings on the machine (0x80070002)

Ao verificar o IIS a feature webdav está instalada e o site Default Web Site está em execução normalmente.

CAUSA

No Windows 2008 R2 o IIS não habilita o WebDav automaticamente, é necessário habilitá-lo. Alem disso o WebDav por padrão tem acesso anonimo desabilitado e no IIS 7.5 precisa ter uma definição por role de acesso explicito.

SOLUÇÃO

Siga os passos indicados abaixo para resolver o problema com o WebDav:

1- Abra o Default Web Site e clique sobre a feature WebDav:

 

2- Habilite o WebDav e inclua uma regra de autoria (Add Authoring Rule) permitindo acesso Read para All Users:

3- Altere as propriedades marcadas abaixo para permitir o acesso anonimo, desabilitar o customizado e permitir o list:

Referencia: http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc431377.aspx

 

SINTOMA 2 – Relatórios não aparecem no Reports

O problema é mostrado na página principal do console ao tentar executar qualquer relatório:

http://servidor:80/SMSReporting_GRP/reports.asp  Erro 404.3

CAUSA

O IIS 7.5 por padrão instala a feature ASP.NET e não a feature ASP apenas.

SOLUÇÃO

Execute o Server Manager, clique sobre a role Web Server e escolha a opção Add Feature e proceda como na figura abaixo:

image

Basta entrar e executar agora os relatórios.

Posted: mar 07 2010, 20:09 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: System Center

Lançamento do MDOP 2010: Novidades

Hoje foi anunciado o lançamento do MDOP 2010. Para quem não conhece o pacote MDOP (Microsoft Desktop Optimization Pack) é uma série de produtos para quem tem contrato SELECT, ENTERPRISE AGREEMENT e outros de licenciamento, pago conforme o numero de licenças do Windows client e acrescentado ao contrato.

Alguns dos produtos que mais se destacam no MDOP:

MED-V: É como o "XP Mode" do Windows 7, porem centralizado. Imagine poder distribuir as VMs do XP Mode utilizando regras da empresa ao invés de instalar em maquina por maquina. Alem disso o MED-V permite que as regras de software que precisam de emulação sejam definidas e distribuidas em ambiente centralizado. Para mais detalhes veja o post http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/MED-V-e-XP-Mode-do-Windows-7.aspx

SCDM (System Center Desktop Monitoring): Este é excelente. Fornece para desktops controles como o SCOM faz para servidores. Os gráficos que o SCDM gera são muito bons e agora na versão nova o dashboard ficou excepcional.

APP-V 4.6: Esta ai outra boa noticia, o APP-V 4.6 agora tem versão 64 bits !!!!! Isso era um problemaço, mas para entender, primeiro é necessário saber o que é o APP-V. Trata-se de um produto que virtualiza software em um servidor para os clientes. Imagine ter no servidor o Office XP, 2003 e 2007 sequenciado (instalado) e este software ser distribuido aos clientes por demanda quando clicam em um link, se a cópia em cache do cliente estiver desatualizada atualiza automaticamente. Isso é o APP-V. Mas o problema é que não havia versão para x64 e isso limitava em muito quando o cliente adotava ambientes de clientes em 64 bits, o que no ultimo ano se tornou comum. Agora você já sabe porque o APP-4.6 é um grande anuncio.

Segue o link do lançamento: http://blogs.technet.com/virtualization/archive/2010/02/23/MDOP-2010-Launches_2C00_-with-64_2D00_bit-version-of-App_2D00_V-4.6.aspx

Posted: fev 23 2010, 15:36 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

System Center Service Manager 2010: Implementando ITIL no SCOM

Todas as vezes que ministrei treinamento ou consultoria de System Center Operations Manager e do MOM os profissionais acham a ferramente indispensavel e comentam depois a revolução que foi no atendimento e acompanhamento em resolução de problemas.

Porem, uma reclamação constante é que o SCOM e o MOM geram relatórios de SLA e permitem a salvar os dados de como o problema foi solucionado (como nos KB da Microsoft) mas não gera relatórios de mapa de atendimento, estatisticas de solução, escalonamento em equipe, produtividade individual e mais uma série de controles exigidos por empresas que adotam ITIL e ISO 20000.

Para esses profissionais que implementam ITIL e ISO 20000 vale a pena conhecer o System Center Service Manager 2010 (atualmente no Beta 2 público) que implementa todos os relatórios gerenciais e estatisticos da equipe, chamados, atendimentos e mapas. E o melhor, o SCSM se integra ao SCOM para gerar os relatórios.

Pensando em um ambiente com os dois produtos, siga a sequencia abaixo:

  • System Center Operations Manager
    1. O servidor de banco de dados gera um erro de log
    2. O Operations Manager 2007 captura o erro e gera um alerta administrativo
    3. Um dos administradores assume o alerta no console do Operations Manager
    4. O administrador faz o processo de solução e salva os dados no Operations Manager
  • System Center Service Manager
    1. Integra com os dados do SCOM e gera o incidente
    2. Gera dados estatisticos para a gerencia de mudanças
    3. Gera relatórios gerenciais de produtividade e mapas de problemas

Resumindo, o ambiente perfeito !!!!!

Observação: No exemplo não levei em consideração o modelo ITIL de resolução de problemas com aprovação de mudanças, mas apenas para demonstrar a integração

Para quem quiser ver um pouco mais do System CenterService Manager vale a pena assistir o video em http://edge.technet.com/Media/Service-Manager-2010-Operations-Manager-Integration-and-Service-Maps/ e http://edge.technet.com/Media/Extending-and-Customizing-Service-Manager-End-to-end-Scenario-Demo/.

Para os que estiverem dispostos a testar a solução baixe o beta e veja detalhes do produto em http://www.microsoft.com/systemcenter/en/us/service-manager.aspx.

 

Posted: fev 23 2010, 09:31 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

System Center Configuration Manager 2007 Dashboard Beta 1 - Disponivel para download

Olá, no dia 2 de fevereiro já havia sido aberto para os influenciadores, grupo que faço parte, o download via Connect do SCCM Dashboard. O produto é muito bom, os gráficos que ele gera em interface web são profissionais e cobrem a lacuna que muitos administradores apontavam entre o SCCM e outras ferramentas.

Agora, anunciado no dia 10 de fevereiro, mas distribuido a na quinta dia 11, o Dashboard está aberto no Connect, basta ser cadastrado no Microsoft Connect e clicar no link https://connect.microsoft.com/InvitationUse.aspx?ProgramID=4505&InvitationID=%20SCD-BGMB-FK9M&SiteID=14 e ir na seção downloads.

A ferramenta está em Beta 1, tem versão 32 e 64 bits. Mas como se trata apenas de um Dashboard, vale a pena testar. Veja abaixo algumas telas e tenho certeza que terá vontade de clicar no link e baixar. Se quiser mais detalhes sobre a ferramenta no TechNet clique aqui http://technet.microsoft.com/en-us/library/ff369719.aspx.

 

Posted: fev 13 2010, 16:29 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: System Center

Liberado hoje o Update Rollup 1 do System Center Operations Manager 2007 R2 (SCOM) em Portugues

Hoje foi liberado o Rollup 1 do SCOM 2007 R2. Ele já exisita para a versão em ingles desde 15 de janeiro e hoje foi liberado em portugues no link abaixo:

http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?displaylang=pt-br&FamilyID=05d30779-2ddc-48dc-aa91-a23167ee2cad

Esta atualização é importantissima pois houveram vários problemas com suporte para o Windows 7 e quando instalávamos o SCOM 2007 no Windows 2008 R2, principalmente o fato de alguns serviços não subirem de jeito nenhum ou os serviços paravam do nada, sem explicação nenhuma.

Quem precisar dos detalhes segue o link do KB: http://support.microsoft.com/kb/974144

Posted: jan 28 2010, 21:12 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: System Center
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'gerenciamento de custos'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews The process cannot access the file 'D:\home\site\wwwroot\Visitas2.xml' because it is being used by another process.
Pageviews 2019: 4355776
Pageviews 2018: 4296564
Pageviews 2017: 4351543
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Instancia Reservada no Azure–Mudanças Importantes

A algum tempo que já temos disponivel o recurso de comprar antecipadamente uma instância de maquina virtual, chamado de Reserved Instance.

Basicamente o processo se mantem (http://www.marcelosincic.com.br/post/Reducao-de-Custos-com-Azure-Reserved-Instance.aspx) mas temos algumas novidades e alertas:

  1. Alteração do tipo de VM
  2. Outros recursos que podem ser reservados
  3. Mudança na forma de cobrança
  4. O que não está incluido em uma reserva

Possibilidade de Alteração da Instância (perfil de VM)

Essa mudança é importante, pois na primeira versão (link acima) não era possivel mudar o tipo de VM.

O processo para mudar era pedir o reembolso da instância já paga (lembrar que existia um penalty) e refazer com outro tipo de VM da mesma familia, como por exemplo de D2 para D4.

Para isso basta utilizar o botão Exchange em uma reserva e será possivel escolher o novo tipo de VM como abaixo sem o penalty dos aproximadamente 12% do cancelamento.

image

Porem, obviamente que o custo de uma D2 é diferente de uma D4 e para isso temos uma tabela que pode ser usada no calculo para saber o valor da diferença que será pago quando trocar entre os tipos de VM em https://docs.microsoft.com/en-us/azure/virtual-machines/windows/reserved-vm-instance-size-flexibility?wt.mc_id=4029139 

Outros Tipos de Recursos Alem das VMs

Na versão inicial as RIs eram apenas VMs, mas agora é possivel fazer com diversos tipos de serviços. Atualmente segue a lista dos que são suportados:  

  • Reserved Virtual Machine Instance
  • Azure Cosmos DB reserved capacity
  • SQL Database reserved vCore
  • SQL Data Warehouse
  • App Service stamp fee

Essa lista é alterada conforme novos recursos podem ser agregados e está disponivel em https://docs.microsoft.com/en-us/azure/billing/billing-save-compute-costs-reservations?wt.mc_id=4029139

Importante: Veja o tópico abaixo sobre o que é incluido ou não no RI.

Forma de Pagamento Mensal

Até 8/Setembro/19 só era possivel o pagamento antecipado a partir de créditos do Enterprise Agreeement ou pagamento em cartão de crédito.

Agora é possivel o pagamento mensal, ou seja todos os meses irá consumir o valor com desconto igual ao anual como se fosse uma subscrição mensal e não anual. O melhor para entender é que o compromisso continua anual, mas pago mensal ao invés de upfront.

As outras regras continuam as mesmas, penalty em caso de cancelamento, mudança do tipo de VM ou serviço, etc.

Para os que já tem reservas será necessário aguardar o prazo da compra, uma vez que foi pago antecipado e por isso haveria a cobrança da taxa de cancelamento.

https://docs.microsoft.com/en-us/azure/billing/billing-monthly-payments-reservations?wt.mc_id=4029139

Importante: O pagamento mensal não mudou a forma de reserva ser anual, ou seja haverá o penalty em caso de cancelamento.

Recursos Cobrados em Separado

Uma confusão muito comum nos clientes que compraram RIs é o fato de continuar havendo outras cobranças para as VMs e recursos aparecendo em seus extratos.

O que precisa estar claro é que reservas se referem apenas aos recursos computacionais e não os recursos agregados como licenças, armazenamento e trafego de rede.

Por exemplo, no tipo de reserva para VMs que são as mais comum:

  • Incluido no RI: CPU, memória e alocação
  • Não incluido no RI: Armazenamento (storage), tráfego de rede (network) e licenciamento do SO se não foi utilizado o AHUB

O motivo é que estes recursos não incluidos fazem parte da subscrição e são compartilhados ou opcionais (como é o caso da licença do Windows ou SQL) e não haveria como limitar ao uso apenas daquelas reservas especificas, alem de serem voláteis diferente do tipo de uma VM por exemplo.

Conclusão

Com os novos recursos que podem ser reservados, flexibilidade na alteração, a nova forma de cobrança e o entendimento correto pode-se gerar uma economia substancial para aqueles que migraram serviços.

Posted: set 10 2019, 17:36 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 4/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'exchange 2007'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2020: 20184187
Pageviews 2019: 4355776
Pageviews 2018: 4296564
Pageviews 2017: 4351543
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

WMF 3.0 Causa Problemas com Exchange e SCCM

Em um post anterior comentei que para administrar um servidor Windows 2008 R2 com o Server Manager do Windows 2012 (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Monitorando-Servidores-Windows-2008-R2-com-o-Windows-2012-Server-Manager.aspx) bastava instalar o Windows Manager Framework 3.0 (WMF 3.0).

Recentemente o WMF 3.0 passou a ser oferecido como opcional no Windows Update.

Porem, agora surgem avisos de que ele causa alguns comportamentos indesejados no Exchange 2007/2010 e SCCM 2012, com isso é bom verificar se o produto instalado no servidor será afetado. Os dois produtos estão confirmados, mas existem muitos relatos em foruns de problemas com scripts para SharePoint e .NET

Ou seja, pelo que é possivel entender o WMF 3.0 afeta o funcionamento do IIS e aplicações que utilizam o IIS e .NET ficam comprometidas.

Windows Management Framework 3.0 on Exchange 2007 and Exchange 2010

Configuration Manager Management Points collocated with clients fail after installing Windows Management Framework 3.0 and running Client Health Evaluation

Migrando e removendo o Exchange 2007 para Exchange 2010

Este processo de migração não é misterioso nem com grau de dificuldade “missão impossível”. Iniciando ontem a tarde e termino hoje de madrugada fizemos a migração de dois ambientes com Exchange 2007 para Exchange 2010.

O processo é o mesmo que migrar de Exchange 2003 para Exchange 2007, side-by-side. Cria-se o novo servidor que automaticamente irá participar da mesma organização, migrar as caixas de correio e alterar o servidor responsável pela OAB.

Para quem não conhece o processo Exchange 2003 para Exchange 2007 veja os vídeos da série migração em http://technet.microsoft.com/pt-br/ee331664.aspx.

Porem, o Exchange 2010 vai dar um baile em quem vem do Exchange 2007 em alguns pontos e é sobre estes que vou abordar, depois de ficar até as 5:30 da manhã em mais uma migração “batendo cabeça”.

Bloqueio de anexos no OWA (Fácil)

O OWA irá barrar arquivos anexados de qualquer tipo se não for feita a configuração EM CADA SERVIDOR CAS. A primeira tela abaixo mostra a configuração que deve ser ativada e a segunda a lista de arquivos bloqueados/permitidos:

Tela-1

Tela-2

 

Rodar o Exchange 2010 no Outlook 2003 (Fácil)

O Exchange 2010 exige que o tráfego RPC seja criptografado, então é necessário alterar o perfil do usuário do Outlook 2003 para que ele utilize criptografia na comunicação. Você conseguirá ver isso utilizando o cmdlet Get-RpcClientAccess | fl e verificando o atributo “Encryption Required” que deverá estar “true”.

Basta ir no Outlook, editar o perfil e selecionar a opção “Encrypt data between Outlook and Microsoft Exchange” que fica na aba “Security” do Outlook 2003.

Alterar o servidor de envio de emails (Fácil)

Ao criar os “Send Connectors” (Organization –> Hub Transport) ele vincula o conector ao servidor ativo no momento.

Basta abrir cada um dos conectores de envio, acrescentar o novo servidor e remover o anterior.

Alterando o gerador da Lista de Endereço Offline-OAB (Fácil)

Apenas um servidor gera a lista que é baixada no cache do Outlook Office e OWA. Mude ela para o novo servidor:

image

Alem disso, se na sua organização não se utilizam mais versões de Office anteriores a 2003, você pode mudar o modo de distribuição da OAB, como abaixo. Importante que nos passos a frente um deles será retirar as pastas públicas e a distribuição da OAB por ela pode se tornar inconsistente.

image

Remover o Mailbox Default da instalação (Médio)

Ao instalar o Exchange 2010 ele cria um mailbox com um valor identificador numérico randômico onde ele hospeda as caixas de correio do sistema chamadas de “arbitrárias”. Para conseguir remover este mailbox primeiro deverá mover as caixas de sistemas para outro database com o cmdlet abaixo:

Remover Mailbox Default

O primeiro deles Get-Mailbox –Database <nome> –Abitration irá listas as caixas de correio e o segundo Get-Mailbox –Arbitration –Database <Nome> | New-MoveRequest –TargetDatabase <nome do novo MB> executa a lista e envia para o pipe de move.

Remover as Pastas Públicas do servidor anterior (Dificil)

Você precisará remover o conteudo das pastas publicas. Se possui pastas publicas criadas pelos usuarios ou adicionais primeiro será necessário fazer a réplica para o novo servidor, esperar replicar e remover da réplica o servidor original. Isso pode ser feito pela ferramente “Public Folder Management” que está em Tools no console do Exchange.

Para mover todas as pastas públicas de sistema você deverá executar o script MoveAllReplicas.ps1 que está na pasta scripts da instalação do Exchange passando como parametros –Server <atual> –NewServer <novo>. Ainda outro passo necessário será ir em cada Mailbox e na aba “Client Settings” mudar a pasta pública que é utilizada como padrão em cada um dos databases.

Se após estes passos mesmo assim você não conseguir remover o role Mailbox haverá necessidade de fazer um contorno documentado que envolve abrir o ADSIEDIT.msc e seguir o caminho:

Configuration -> Configuration -> Services -> Microsoft Exchange –> Organização-> Administrative Groups –> Grupo Administrativo -> Servers –> Servidor 2007 -> InformationStore –> Storage Group desejado

Na parte direita da tela aparecerá a lista de storages armazenados naquele grupo. Delete manualmente o de pasta pública.

NOTA: É altamente recomendado fazer o backup do AD antes de executar o ADSIEDIT

Ajustar as regras do ISA ou TMG para o ECP - Control Panel do Exchange 2010 (Difícil)

Nas regras do OWA do ISA 2004, ISA 2006 ou Forefront TMG para o Exchange 2003 e Exchange 2007 havia apenas um diretório virtual a ser publicado, o OWA. Agora no Exchange 2010 existe também o diretório virtual ECP.

Para ajustar a regra de publicação abra suas propriedades e altere na aba Paths como a imagem abaixo incluindo o diretório virtual do ecp como prefix:

image

Ajustar o IIS para acessar o ECP e OWA (Difícil)

Ainda neste ponto existe o problema de que o ECP não entre por causa do modo de autenticação no IIS. Para ajustar isso acrescente na instalação do Web Server em Roles do Windows a feature de autenticação anônima e no diretório virtual do IIS acrescente este tipo de autenticação, bem como a Basic e a Windows:

image

Essa mudança é feita no diretório virtual do ECP, mas caso você tenha problemas para acessar o OWA após a migração desabilite o modo Forms e habilite os modos Basic e Windows no diretório virtual OWA.

CONCLUSÃO

Estas dicas me ajudaram a conseguir fazer o processo de migração já a algum tempo, mas compartilhar as experiências sempre é importante. Se você também tem algum ponto adicional no processo da migração Exchange 2007 para Exchange 2010, envie nos comentários e acrescentarei neste post.

Posted: nov 05 2010, 14:40 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Exchange Server

Permissões em Pastas Virtuais e Sites do IIS para o Exchange 2007 e Exchange 2010

Hoje foi publicado a atualização para Exchange 2010 no blog do time do Exchange as permissões básicas para os virtual directories do IIS. Este tópico é importantissimo porque é comum a situação onde um administrador ou um processo de migração resete as permissões ou ainda uma atualização em algum software no mesmo servidor.

Portanto, segue os dois posts:

Default settings for Exchange-related virtual directories in Exchange Server 2007: http://msexchangeteam.com/archive/2008/02/01/447989.aspx

Default settings for Exchange-related virtual directories in Exchange Server 2010: http://msexchangeteam.com/archive/2010/09/23/456396.aspx

Posted: set 23 2010, 15:34 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Exchange Server | IIS

Outlook 2003 SP3 com o Exchange 2007

Hoje tivemos um problema com o Outlook 2003 com o Service Pack 3 ao instalar um Exchange 2007 com Rollup 6.

O Outlook acusava que o Exchange não dava suporte ao outlook por causa de versão não permitida pelo administrador. Ao instalar o Exchange a opção de suporte ao Outlook 2003 foi atividada.

Na verdade se trata de um bug, pois para definir os clientes conpativeis seleciona-se a versão na "OffLine Address List", mas lá constava "Outlook 2003 SP2 and later" que não entendia a versão SP3. A solução mais fácil foi a de habilitar o suporte ao "Outlook 2003" logo acima e funcionou

Posted: mai 20 2009, 10:23 by msincic | Comentários (7) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Exchange Server | Office

Anúncio importante - Descontinuação do Office Forms Server 2007

"Desde o dia 1º de Abril de 2009 o Office Forms Server 2007 foi removido da lista de preços da Microsoft, devido, principalmente, a uma mudança de licenciamento. As funcionalidades do Forms Server continuarão como parte do Office SharePoint Server e Licenciado a partir da SharePoint Enterprise CAL. Esta transição é uma excelente oportunidade para falar com seus clientes sobre o valor do SharePoint. Além disso, a Microsoft não mudará as políticas de suporte para os clientes atuais devido a este anúncio.


» Mais informações podem ser encontradas neste link.
"

 

Baseado neste email e nas informações constantes no site da Microsoft (http://office.microsoft.com/en-us/formsserver/default.aspx) agora ele faz parte da CAL do Office SharePoint versão Enterprise. ÓTIMA NOTÍCIA !!!!!

Posted: abr 15 2009, 15:51 by msincic | Comentários (7) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Sharepoint
Login