MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Virtual Hard Disk (VHD e WIM) no Windows 7 e Windows 2008

Um interessante novo recurso do Windows 7 é permitir que se utilizei discos virtuais criados pelo IMAGEX (WDS) ou pelo VirtualPC/Virtual Server diretamente como um disco local da maquina. Este recurso é valioso por alguns motivos:

  • Permitir ter um arquivo único com os arquivos de usuário em um disco externo
  • Ler diretamente dados de uma máquina virtual sem a necessidade de subir o VPC ou VS
  • Fazer o backup dos dados com o processo de backup de imagem de um disco do próprio utilitário do Windows

Eu pessoalmente utilizei este recurso em meu disco externo para guardar dados. Criei um disco VHD e copiei nele dados antigos e desmontei. Quando preciso acessar conecto o disco externo e remonto o VHD com a letra T:. Ao usar este método não misturo arquivos de meus backups costumeiros com os arquivos históricos que possuo.

Como criar um VHD?

1) Abra o Computer Manager
2) Abra o Disk Management
3) Abra o menu More Actions e escolha a opção Create VHD ou Attach VHD se tem o arquivo

O restante do processo é o mesmo que utilizado para um disco fisico comum. Lembre-se de que ser for um disco externo deverá desmontá-lo e remontá-lo antes de desligar ou após reconectar o disco externo. O mesmo vale caso seja local e deseje para de usá-lo.

Importante: A cada reinicialização dá maquina o VHD estará desconectado, então vc poderá criar um script pelo DiskPart para reativar o disco.

Nota: Muito legal é vc pegar o DVD de um outro SO como o Windows 2008 ou o mesmo SO e rodar o setup, escolhendo instalar em outro disco. O VHD irá aparecer na lista e vc instala normalmente !!!

Todo o processo de desmonte e remonte do disco virtual tambem pode ser feito pelo aplicativo DiskPart.

Posted: abr 02 2009, 15:01 by msincic | Comentários (8) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Windows 2008 | Windows 7

Renovação do certificado do Exchange 2007 Transport (Eventos 12014 e 12024)

O certificado digital utilizado pelo Exchange 2007 expirou a 1 semana. Não estávamos notando a falta, até que ao olhar no Event Viewer notamos diversas paradas no serviço de TLS por culpa do certificado inválido (no final seguem os eventos). Como resolver isso?

1- Abra o MMC e adicione o snapin de certificados do COMPUTADOR
2- Abra a pasta PERSONAL e verifique o certificado que venceu e delete.
3- Instale o novo certificado (em nosso caso emitido pelo DC)
4- Abra a aba DETAILS do novo certificado e copie a string da propriedade THUMBPRINT
5- Abre o Exchange Management Shell
6- Digite o comando Enable-ExchangeCertificate 1a4646e5bfbcedf222ddc927528f607cb4efeb5d -services SMTP onde o número é o thumbprint copiado anteriormente

Será mostrada uma mensagem de aviso da troca do certificado e RESOLVIDO !!!!

Event Type: Error
Event Source: MSExchangeTransport
Event Category: TransportService
Event ID: 12014

Event Type: Warning
Event Source: MSExchangeTransport
Event Category: TransportService
Event ID: 12024

Posted: mar 31 2009, 12:03 by msincic | Comentários (9) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Exchange Server

Avaliação do Windows 7

Hoje completei 3 meses usando o Windows 7 como plataforma principal. Assim que consegui um Beta (o oficial no TechNet saiu em 7/01). A primeira vez instalei em um HP Pavillion e a agora no meu Dell Inspiron. Mas tambem instalamos em outras máquinas como um HP Tablet e um note Amazon.

Minhas impressões POSITIVAS:

1- Bem mais rápido que o Vista nas operações de inicialização e retorno de hibernação.
2- Abrir certos aplicativos ficou impressionantemente agradável. Um bom exemplo é o VS2008 e o PhotoShop que ficaram quase imediatos.
3- A nova barra de tarefas com atalhos "pinados" ficou excelente.
4- O UAC (User Control Account) ficou bem menos intrusivo, no Vista ele chegava a irritar.
5- O Windows Search não gera mais lentdião como era visivel no Vista.
6- A nova interface e recursos no Paint ficaram muito bons, agora se parece mais com uma aplicação de verdade. A nova Ribbon que tambem foi implementada no WordPad não acrescentou nada de novo.
7- Um aplicativo ótimo chamado Sticky Notes, como os papeizinhos amarelos, vem embutido e fará falta se precisar retornar ao Vista.
8- O recurso de alteração automatica do papel de parede cria uma experiencia interessante
9- Ao iniciar o processo de redimensionamento de janelas as bordas piscam qd chegam próximos das bordas, barra de tarefas ou sidebar e se ajusta automaticamente. Parece bobo de falar, mas é bem útil ao trabalhar com multiplas janelas sobrepostas.

Minhas impressões NEGATIVAS:

1- A Sidebar agora não pode mais ser "dockada" ou fixada. Isto faz com que todas as janelas tenham que ficar sendo realinhadas para não esconder os gadgets. Ainda bem que o redimensionamento é inteligente (ponto positivo 9)
2- Ao hibernar com o cabo de rede conectado ou a rede sem fio o Windows 7 não acessa rede. Voce se vê obrigado a desativar e ativar novamente a placa de rede, como um reset, e ai ele volta a se conectar. Esse problema é pior em caso de redes sem fio, pois muitas vezes ele não retorna da hibernação, simplesmente travando na reinicialização
3- Ainda é Beta e tem data para parar de funcionar (veja conselho abaixo).

CONSELHO FINAL:

Utitlize o Windows 7 com confiança. Ele é estável e muito rápido comparado ao Vista. Não tenha medo.
Porem, lembre-se que ele tem data para acabar por se tratar de um Beta. Minha solução para isso foi instalar o Vista, Office, VS2008 e todos os outros aplicativos mais importantes ANTES em um Vista. Depois de instalado tudo no Vista fiz um Complete Backup (imagem) e utilizei a função de Update do Windows 7. Eu sei que muitas coisas eu atualizei e configurei após a primeira instalação, mas não tem problema, eu estou anotando conforme me lembro!!!

Posted: mar 25 2009, 22:46 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Windows 7

Integração do Visual Studio 2008 com o Expression Blend 2.0

Ao reinstalar o meu Visual Studio 2008 (usava o Professional e substitui pelo Team Studio) tive problemas com integração com o Expression Blend 2.0

Solução: Reinstalar o Silverlight Tools 2 for Visual Studio 2008 (http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?FamilyId=c22d6a7b-546f-4407-8ef6-d60c8ee221ed&displaylang=en).

Achei uma solução parte normal, parte estranha.

PARTE NORMAL: Eu tive que reinstalar o Visual Studio e as Tools foram desinstaladas junto.

PARTE ESTRANHA: Porque os addins do SQL Server 2008 não precisei reinstalar?   Ao abrir o VS2008 os addins e Tools de BI estavam lá.

Posted: mar 25 2009, 15:35 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Silverlight

Desinstalar o WSUS 3.0 manualmente / Domain Controller com WSUS

A cerca de 3 meses eu precisei mudar o drive onde os arquivos ficavam originalmente (c:\WSUS). Foi necessário entrar no registry e alterar manualmente o caminho, mas depois funcionou normalmente. A chave é HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Update Services\Server\Setup.

Porem ontem o problema foi mais dificil de resolver. O nosso servidor WSUS foi promovido (parabens servidor !!!) a um Domain Controller. O problema é que isso gerou a quebra dos SIDs que eram utilizados no SQL Server Express, já que não utilizamos o Windows Internal Database. O processo foi meio complicado:

1) Deletar a base de dados SUS no SQL Server 
2) Desinstalar o IIS ou apagar o site WSUS e o Application Pool WSUS
3) Apagar toda a chave de registry HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Update Services
4)
Rodar o programa que limpa as informações sobre a instalação existente: MSIZAP T {2C0D7E35-EE6E-4DC7-BA13-2C68AEDEB59D} Entrar no registry e apagar todas as entradas de serviço do WSUS, são diversos em HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services
5)
Verifique se os diretórios C:\Program Files\Update Services e o diretório de instalação do SQL Server estão limpos ou deletados
6)
Reinstale o IIS
7)
Reinstale o WSUS

Este método não é o melhor, pois vc perdeu todas as configurações e será necessário reconfigurar, porem ao fazer a sincronização não será necessário baixar novamente os pacotes, apenas a base do MBSA.

Posted: mar 06 2009, 11:29 by msincic | Comentários (8) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Windows 2003 | Windows 2008
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'ltsb'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Novo RoadMap e Licenciamento Windows Server 2016

Após o lançamento do Windows Server 2016 recebi diversos questionamentos sobre o futuro (roadmap) e o licenciamento do Windows para servidores.

Vamos integrar este assunto ao tópico sobre SAM em http://www.marcelosincic.com.br/post/Software-Asset-Management-(SAM)-com-System-Center-Configuration-Manager.aspx 

Novo Ciclo de Vida para Windows Server

Como exemplo, o Windows 10 foi lançado no build 1511, atualizado para o 1606 e já existem outras builds disponiveis para quem é parte do programa Windows Insider.

O mesmo conceito será adotado com o Windows Server, que terá garantido 10 anos de vida útil com atualizações, porem com duas “vertentes”:

  1. Windows Server 2016 Desktop Experience (instalação pradrão) e Server Core – Nesta versão o tempo de vida será de 10 anos. Esse modelo é o mesmo do Windows 10 chamado de LTSB (Long Term Service Branch).
  2. Windows Server Nano – Nesta versão o tempo de vida é de 10 anos e as atualizações serão por build como no Windows 10. Esse modelo de atualizações é chamado de CBB (Current Branch for Business) e está em conformidade com o “Modern Lifecycle Policy”.

Referencia: https://blogs.technet.microsoft.com/windowsserver/2016/07/12/windows-server-2016-new-current-branch-for-business-servicing-option/ e https://support.microsoft.com/en-us/lifecycle/search?alpha=windows%20server%202016

Vamos entender melhor o que isso significa e como é diferente do atual modelo.

No Windows 2012 novas features sempre eram acrescentadas no R2 e Service Packs, ou seja, era necessário aguardar até dois anos para ter as novas funcionalidades do SO.

Para as instalações de Windows Server 2016 Full e Server Core as atualizações serão enviadas por pacotes cumulativos, como se fosse um Service Pack. O mais atual para Windows 10 e Windows 2016 é o Anniversary Update. Novas features serão enviadas junto com estes pacotes.

Já no Windows Server 2016 Nano as atualizações carregam novas features, ou seja um novo recurso lançado no Windows será enviado para os servidores como um pacote opcional de 3 a 4 vezes por ano. Não haverá necessidade de esperar pelo update cumulativo para ter acesso a funcionalidades novas.

Em suma, teremos um Windows atualizado por 10 anos. Se utilizar a versão Full precisará aguardar os updates anuais cumulativos para ter acesso a novas funcionalidades. Se usar a versão Nano poderá ter acesso muito rápido quando novas funcionalidades ficarem disponiveis.

Licenciamento

Já conhecido no SQL Server 2012 o licenciamento por CORE se torna o padrão para o Windows Server.

A mudança tem um motivo muito simples, o numero de processadores (sockets) em um servidor low e medium profile (por exemplo Xeon E3 e E4) passaram a dimunir e o numero de CORE (empilhamento) aumentar com o aumento da miniaturização dos componentes.

Em tempos passados era comum uma maquina de 4 Sockets (processores) cada um com 4 ou 8 CORE. Hoje é muito mais comum máquinas de 2 Sockets e 48 CORE. Por exemplo, o Xeon E5-2650 tem 10 CORE e o E7-8890 tem 24 CORE.

Baseado nisso, os fabricantes estão mudando a cobrança de SOCKET para CORE e impondo um minimo de CORE para cada servidor.

Para entendermos melhor como se licenciava antes um servidor e como ficará agora, levando em conta que cada licença é comprada para 2 Processadores ou para 2 CORE:

SO Processadores COREs Total Tipo de Licença Licenças Necessárias
W2012R2 1 2 PROC 1 licença de 2 Socket(Proc)
W2012R2 1 10 PROC 1 licença de 2 Socket(Proc)
W2012R2 2 8 PROC 1 licença de 2 Socket(Proc)
W2012R2 3 24 PROC 2 licenças de 2 Socket(Proc)
W2016 1 2 CORE 8 licenças de 2 CORE (minimo)
W2016 1 10 CORE 8 licenças de 2 CORE (minimo)
W2016 2 8 CORE 8 licenças de 2 CORE (minimo)
W2016 3 24 CORE 12 licenças de 2 CORE

Ou seja, todos os servidores fisicos que você possua precisarão ser licenciados para no minimo 16 CORE mesmo que ele só tenha 4 CORE (Xeon E2).

Mas não se assuste, o valor que hoje se pagava por uma licença de 2 Processadores é equivalente ao pago pelas 8 licenças de 2 CORE. Ou seja, financeiramente para servidores comuns não haverá diferença.

E como ficam as licenças que já possuo por Processador?

Essa é a pergunta mais comum e a resposta é simples: Para cada licença atual de 2 Processadores/Socket (Lic2Proc) a Microsoft irá automaticamente converter e considerar como 8 licenças CORE (Lic2CORE).

Mas e se eu tenho atualmente um servidor com 2 Processadores e 24 CORE, terei que comprar 8 CORE (2 licenças Lic2CORE) adicional?

Neste caso é importante que você execute um SAM (Software Asset Management) antes de renovar seu contrato ou imediatamente antes de trocar seu servidor para documentar que havia essa situação.

Uma vez com o SAM arquivado e documentado, você poderá contar com as 24 licenças de CORE em outro servidor, mas exige uma atenção:

  1. Possuo atualmente um servidor de 24 CORE e comprei outro de 36 CORE: Precisará comprar 6 licenças (Lic2CORE) para complementar
  2. Comprei dois servidores de 12 CORE: Você não poderá “quebrar” as 12 licenças convertidas, pois elas são para um servidor e não licenças independentes

CONCLUSÃO

Execute um SAM imediatamente para documentar a situação dos seus servidores atuais.

Lembre-se que só precisará pagar se não documentar!!!!

Para leitura adicional e exemplos de conversão, baixe o documento de licenciamento: https://www.microsoft.com/en-us/licensing/product-licensing/windows-server-2016.aspx#tab=2

Posted: dez 26 2016, 17:41 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login