MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Volume de Storage Space não Remonta no Boot

Um problema recorrente que temos agora que diversos clientes passaram a usar o Storage Space para montar volumes RAID é ele não retornar montado quando a máquina é reiniciada.

SINTOMA

Todas as vezes que um servidor que tem discos configurados a partir do Storage Spaces do Windows 2012, é necessário ir em Volumes e refazer o Attach do disco.

No Server Manager, configuração de volumes do Storage Space abaixo, na coluna de warnings aparece um aviso amarelo, indicando que o disco está ok e com o botão direito acessamos o Attach e ele retorna a aparecer no servidor com a mesma configuração e letra definidos originalmente.

Imagem1

CAUSA

Quando um Storage Space é montado, uma das opções que se pode definir pelo PowerShell (é automático na GUI Server Manager) é o IsManualAttach que deverá estar em True.

Quando o disco é movido de um servidor para outro ou redefinido por adição de disco o Manual Attach retorna ao padrão que é False.

SOLUÇÃO

A solução é muito simples, utilize o PowerShell abaixo para listar os volumes que estão como manual:

get-virtualdisk | where IsManualAttach

Será gerada uma lista como a copiada abaixo, onde pode-se ver que o IsManualAttach está habilitado:

Capturar

Utilizando o nome do disco, que é o nome que aparece no Windows Explorer, você pode desativar o attach manual:

Set-VirtualDisk –FriendlyName RAID-VMs -IsManualAttach $False

Posted: nov 18 2015, 15:32 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Utilizando Ferramentas Dell com o SCCM

A Dell possui duas ferramentas muito interessantes para integrar com o SCCM.

A primeira é o Dell Command | Configure que permite criar executáveis para configurar os desktops e notebooks da empresa. Disponível em http://en.community.dell.com/techcenter/enterprise-client/w/wiki/7532.dell-command-configure

O segundo é o Dell Command | Warranty que traz online os dados de garantia, atendimento e compra de cada equipamento registrado no SCCM. Disponivel em http://en.community.dell.com/techcenter/extras/m/mediagallery/20441033/download

Dell Command | Configure

É necessário nas empresas ter a segurança padronizada, opções especificas nas maquinas ou padronização de recursos. Por exemplo, habilitar o PXE, TPM, senha de alteração de BIOS, ordem de boot, opções de economia de energia, desabilitar recursos do HW (placas, USB, eSata) e qualquer outra opções existente no BIOS.

Essa ferramenta é muito simples de instalar e utilizar, como pode ser vista a tela principal do console de criação das configurações, sendo as opções:

  • Criar um pacote para qualquer equipamento, o que pode ter opções não existente em todos os equipamentos da empresa
  • Criar um pacote com base no equipamento local, onde apenas o que é do modelo que está sendo usado para o console aparece, util quando todos os equipamentos são padronizados
  • Abrir um pacote já criado para editar ou clonar
  • Histórico dos pacotes criados, editados e exportados

Dell Command-1

Para iniciar a criação de um pacote basta clicar no botão Edit e selecionar a opção desejada:

Dell Command-2

Neste caso configurei a ordem de boot das maquinas para evitar que seja utilizado o DVD ou USB como boot principal. Note que no console temos o botão Add Device que possibilita configurar todos os tipos de device, na ordem desejada.

Dell Command-3

Após as edições, basta clicar no botão Export Config para salvar o pacote com o objetivo de depois poder alterá-lo ou Export .EXE para gerar o executável e o arquivo sh que contem os metadados para ser importado no SCCM:

Dell Command-4

Dell Command-5

Logo após gerar o executável, o próximo passo é no console do SCCM usar o botão Import Dell Command | Configure Package como a imagem abaixo mostra. Importante lembrar que as duas pastas dentro de Packages são criadas pelo instalador:

Dell Command-6

Uma vez criado o pacote, salvo o executável e importado para o SCCM o processo é como qualquer outro pacote, fazendo o Deploy para as coleções que deseja configurar o BIOS.

Dell Warranty

Ao baixar e instalar o Dell Warranty ele cria um atalho que abre a janela de comando, já que a ferramenta não tem interface gráfica da Dell. Abaixo inclui o link da ferramenta gráfica da Microsoft disponível na biblioteca TechNet:

Iniciar

Dell Warranty

Note na janela acima que o primeiro comando serve para indicar onde estão os dados do SCCM, por meio do banco de dados. Abaixo o comando DellWarranty-CLI faz o link para o banco de dados do SCCM:

Dell Warranty-1

Na sequencia já podemos pedir para o utilitário com o comando DellWarranty-CLI trazer todos os dados de garantia, como a imagem abaixo demonstra com o resultado em CSV:

Dell Warranty-2

Pode ser visto o nivel de detalhes, como tipo de compra, modelo completo, garantia, tipo de garantia e atendimento, etc.

Com a ferramenta Dell Warranty Extension disponivel em https://gallery.technet.microsoft.com/Dell-Warranty-Status-20-ae67cc13 é possivel ver estes dados clicando com o botão direito no equipamento:

image

Posted: ago 03 2015, 17:14 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Gartner libera novo quadrante de Hypervisors x86

O Gartner liberou no meio do mês passado o novo quadrante de hypervisors x86.
Em relação ao quadrante anterior se destaca o distanciamento entre o VMWare e Hyper-V em relação aos outros produtos
 
No caso da suíte Microsoft o Gartner destaca a integração do System Center com o Hyper-V e Azure para nuvens híbridas, alem de reconhecer que o System Center tem funcionalidades superiores em relação a gerenciamento do ambiente de TI como um todo.
 

Hypervisors Jul-2015

Novo Azure AD Connect

Na semana passada a Microsoft liberou a nova ferramenta para sincronização de AD local com o Azure AD. Essa nova ferramenta tem as mesmas funcionalidades das anteriores DirSync e ADDSync, mas acrescesta facilidade na administração do serviço e acesso aos conectores.

Para baixar e ver detalhes: https://azure.microsoft.com/en-gb/documentation/articles/active-directory-aadconnect/

1-Resumo

Instalação e Upgrade do Dirsync

Para quem já tem o Dirsync ou o ADDSync instalado o Azure AD Connect irá fazer o upgrade e solicitar apenas a credencial do Azure para configurar, mas após o upgrade é possivel alterar facilmente as configurações.

A sequencia abaixo mostra o upgrade, sendo bem simples pedindo apenas as contas online e on-premisse:

2-Upgrade Dirsync

3-Conect

 4-Conect2

 5-Upgrade

Configuração Pós-Instalação

A interface do Azure AD Connect é realizada com ferramentas gráficas acessiveis pelo Menu Iniciar:

6-Iniciar

A ferramenta que torna mais fácil configurar como comentado no inicio do artigo é o Synchronization Service, onde ao abrir já é possivel ver os conectores habilitados, o estado da sincronização, log das ultimas sincronizações e utilitários na lateral:

7-Sinc Service

Por exemplo, para sincronizar manualmente basta clicar sobre uma das conexões e escolher como quer sincronizar (Connectors –> Run):

8-Sincronizarmanual

Visualização, Atualização e Criação de Conectores

Ao clicar em qualquer um dos conectores abre-se um wizard onde podemos alterar os conectores básicos ou criar novos conectores.

O wizard é muito simples e funcional, como mostram as imagens abaixo utilizando o Properties:

9-Conectores1

10-Conectores2

E para criar novos conectores, ao clicar em Create temos criar os diversos tipos de conectores on-premisse ou online utilizando o wizard das imagens acima.

11-Conectores3

Vale a pena fazer o upgrade para quem tem o Dirsync e o AADSync, pois esta nova ferramenta é muito completa e simples facilitando o acesso aos configurações, alterações e log das operações.

Posted: jun 29 2015, 12:18 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 5/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Novo ebook Gratuito Sobre Data Protection Manager (DPM)

A Microsoft divulgou semana passada um interessante livro para quem quer utilizar o Azure junto com o System Center Data Protection Manager como ferramenta de Backup.

Capturar2

O livro trata dos conceitos basicos do DPM e se aprofunda na integração com o Microsoft Azure, alem de conceitos básicos de proteção de dados e outras plataformas.

Capturar

Para baixar o livro pode-se usar o link do blog em http://blogs.msdn.com/b/microsoft_press/archive/2015/06/15/free-ebook-microsoft-system-center-data-protection-for-the-hybrid-cloud.aspx

Tambem é possivel ver todos os livros gratuitos da Microsoft em http://www.microsoftvirtualacademy.com/ebooks#9780735695832

Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'system center appcontroller'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Administrando Windows Azure com o System Center AppController

Um dos produtos da suite System Center pouco conhecidos é o AppController. Sua função é tornar o uso de ambientes Private Cloud reais, por proporcionar um portal de auto-atendimento simples com uma interface web.

É importante ressaltar que o AppController não é apenas uma atualização do Virtual Machine Manager Self-Portal, pois ele tem as funcionalidades novas do VMM 2012 SP1 como controle de cotas, instânciamento de serviços e integração com o Windows Azure, que será tratado neste post.

Configurando a conta Windows Azure no AppController

O primeiro passo é integrar no AppController a conta do Azure e para isso é necessário primeiro cadastrar um certificado digital no portal do Azure, opção Settings –> Management Certificates onde poderá fazer o upload do certificado:

image

Este certificado é utilizado para autenticar o acesso e pode ser emitido por qualquer IIS na opção Certificates –> Self-Signed e depois fazer a exportações e upload no Azure.

O passo seguinte é cadastrar esta conta do Azure e o certificado no AppController:

Imagem1

Realizados estes passos já será possivel ver a conta no AppController:

Imagem2

Ao clicar na conta do Azure, terá uma lista das VMs criadas no ambiente, com o nome de cada VM, a localização geográfica do Datacenter selecionado e as instâncias criadas:

image

No menu Virtual Machines podemos ver a lista de VMs disponiveis, onde tanto VMs locais (Private Cloud) como as VMs no Azure podem ser administradas de forma integrada:

image

Note que na tela acima temos na parte de baixo dois paineis, o esquerda mostra os dados básicos da VM e na direita o serviço que serviu de origem para esta instância, uma vez que as VMs no Azure podem ser criadas por se fazer o upload de um VHD pronto. No exemplo acima, ao clicar no design vemos detalhes e podemos alterar os dados:

Azure2

Criando VMs no Azure com o AppController

A criação de maquinas virtuais pelo AppController é muito simples e permite um nivel de customização maior que pelo próprio Windows Azure Portal.

A primeira forma de fazer isso e também a mais simples, é no menu Virtual Machines usar o Add:

Azure3

Uma segunda forma é por utilizar a lista de contas ou selecionando na Library a imagem que será utilizada para instanciar a nova maquina virtual, com a opção Deploy:

Imagem4

Imagem8

Será aberta a janela de design para definição dos componentes da VM, como mostrado abaixo:

Imagem5

Note que os links permitem selecionar os itens como a imagem de máquina virtual desejada, a rede e a localização geográfica do Datacenter desejado:

image

image

Conclusão

Utilize o System Center AppController para administrar de forma integrada seus ambiente de Private Cloud e Public Cloud em um único console de forma simples, baseada em serviços e funcional.

Login