MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Exames de SQL 2005, Visual Studio 2005 e Biztalk 2006 com data de retirada

Como já é de costume, a Microsoft está divulgando a nova lista de exames retirados. A nova lista é formada por 22 exames nas tecnologias do titulo e está disponivel em http://borntolearn.mslearn.net/btl/b/weblog/archive/2010/12/09/retiring-sql-server-2005-visual-studio-2005-and-biztalk-server-2006-exams.aspx

Sempre me perguntam quando um exame é retirado, existem muitas especulações como por exemplo, no lançamento de uma terceira geração como no caso do VS 2005 que já temos o VS 2008 e VS 2010, a questão da data do exame e outras teorias.

Segundo um webcast realizado em 2008 pelo gerente do programa de MCTs, o processo tem a ver com a promoção de novos exames. Um exemplo que ele citou na época foi a descontinuação dos exames de Windows 2000 pois os exames de Windows 2003 já estavam a um bom tempo no mercado e o suporte da Microsoft ao produto estava com data fixada. Obviamente que se a Microsoft está descontinuando o suporte e licenciamento do produto, não faz sentido certificar novos profissionais na tecnologia.

Mas o que fazer quando um exame tem data marcada para acabar?  Significa que não deveria mais fazer os exames e partir para outra certificação?

A resposta é evasiva: Depende do estado em que sua certificação está. Vou abordar as duas principais, SQL Server 2005 e Visual Studio 2005:

  • SQL Server 2005 - Se você já tem o MCTS do SQL 2005 e falta apenas o exame para o MCITP compensa fazer o que falta e concluir o exame de Upgrade para o SQL Server 2008, serão 2 exames para ter as QUATRO CERTIFICAÇÕES (2*MCTS, 2*MCITP).
    Se vc decidir ir direto para a certificação em SQL Server 2008 terá que fazer os 2 exames e ficará com DUAS CERTIFICAÇÃO (MCTS, MCITP).
    Como o número de exames é o mesmo se já está com a carreira compensa fazer o Upgrade.
    Se você estudou mas ainda não prestou o MCTS do SQL 2005, compensa ir diretamente para o SQL Server 2008.
    Veja o roadmap em SQL Server 2008 Certification PDF.
  • Visual Studio 2005 – Este já muda um pouco pois o exame 70-536 vale tanto para o VS 2005 quanto para o VS 2008. Portanto se você tem o exame 70-536 teria que fazer os dois exames (MCTS+MCPD) para o Visual Studio 2005  e mais o de Upgrade, totalizando 3 exames. Partindo do exame 70-536 com mais 2 exames (MCTS+MCPD) para o Visual Studio 2008 já estaria com a certificação completa.
    Ou seja, fazer a certificação em VS 2005 não compensa pelo numero de exames, já que o primeiro deles é comum nas duas carreiras.
    Veja o roadmap em Visual Studio 2008 Certification PDF.

É isso ai, não fique esperando até 31 de Junho para decidir, já que é a mesma data em que expira a promoção segunda chance (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Desconto-adicional-para-exames-com-Segunda-Chance-para-Vouchers-de-MCTs.aspx), pense na sua carreira e comece logo !!!!!

Posted: dez 10 2010, 10:31 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Promoção Treinamento+Voucher de Exame+Assinatura TechNet

O time de Learning da Microsoft disponibilizou uma nova promoção, muito boa !!!!

O contratante de um curso oficial da lista abaixo receberá no pacote o voucher do exame COM SEGUNDA CHANCE mais a assinatura TechNet Professional por 1 ano. São treinamentos de Windows 7, Windows 2008, SharePoint 2010 e SQL Server 2008.

Get your Career Package, plus a complimentary Microsoft TechNet Professional subscription

Como MCT e MVP tenho a assinatura do TechNet e posso dizer que é essecial a qualquer profissional de TI, seja desenvolvedor ou IT Pro. Somado o valor do exame e treinamentos muito bons, vale a pena !!!!!

Course 6292A: Installing and Configuring Windows 7 Client (three days)

Course 6294A: Planning and Managing Windows 7 Desktop Deployments and Environments (five days)

Course 10174A: Configuring and Administering Microsoft SharePoint 2010 (five days)

Course 6425B: Configuring and Troubleshooting Windows Server 2008 Active Directory Domain Services (five days)

Course 6421A: Configuring and Troubleshooting a Windows Server 2008 Network Infrastructure (five days)

Course 6419A: Configuring, Managing, and Maintaining Windows Server 2008 Servers (five days)

Course 6231A: Maintaining a Microsoft SQL Server 2008 Database (five days)

Course 6232A: Implementing a Microsoft SQL Server 2008 Database (five days)

Mais informações: http://www.microsoft.com/learning/career/en/us/career-offer.aspx#classroom

Posted: dez 09 2010, 14:16 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Licenças da Família System Center-Tipos e Preços

Ao falarmos de produtos da família System Center, principalmente focando sobre os 3 principais produtos que são o Configuration Manager, Operations Manager e Data Protection Manager, sempre surge a questão de preços do licenciamento.

Montei uma tabela simples abaixo baseado nos valores praticados nos Estados Unidos e Canadá, porem no Brasil os valores não são 1 por 1 nem conversão pela cotação do dia. Leve em consideração também que o volume e o tipo de contrato pode alterar para baixo os valores da tabela padrão.

Produto (valores em U$)

Licença Servidor Std

Licença Server Enterprise

Licença Server Standard

Licença Client

Configuration Manager 2007 R2

579

430

157

41

Configuration Manager 2007 R2 com SQL

1321

430

157

41

Operations Manager 2007 R2

579

431

157

32

Operations Manager 2007 R2 com SQL

1321

431

157

32

Data Protection Manager 2010

432

158

NA

32

Virtual Machine Manager

869

40

NA

NA

Suite completa System Center

1569

NA

NA

70

Levando em conta a tabela acima, veja valores para uma empresa com 10 servidores (5 virtuais) e 1000 clientes utilizando a suite. O calculo envolveria apenas um servidor de monitoração e não um farm de papeis:

Produto

Licença Servidor Std

Licenças Servidores

Licenças Clientes

Valor Total

Configuration Manager 2007 R2

579

1.570

41.000

43.149

Configuration Manager 2007 R2 com SQL

1.321

1.570

41.000

43.891

Operations Manager 2007 R2

579

1.570

32.000

34.149

Operations Manager 2007 R2 com SQL

1.321

1.570

32.000

34.891

Data Protection Manager 2010

432

1.580

32.000

34.012

Virtual Machine Manager

869

200

NA

1.069

Suite completa System Center

1.569

não se aplica

70.000

71.569

Note que na tabela acima levei em conta o custo MÁXIMO pois nem todos os clientes terão agentes do DPM e SCOM, o que reduziria muito o custo acima.

Para ter acesso a tabela com todos os produtos e detalhes do licenciamento acesse o link http://www.microsoft.com/systemcenter/en/us/pricing-licensing.aspx

Posted: dez 06 2010, 11:19 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: System Center

Desconto adicional para exames com Segunda Chance para Vouchers de MCTs

Em agosto foi lançado o programa de descontos em pacotes de exame incluindo segunda chance (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Segunda-Chance-(Second-Shot)-de-volta-com-desconto-por-volume-(Pack)-de-1525-a-2025.aspx)

Agora o desconto foi aumentado, porem apenas os MCTs podem emitir o voucher especial com 5% a mais no desconto concedido. Veja a tabela abaixo:

Numero de Exames Desconto / Acréscimo Voucher de MCTs Valor em U$

Pack com 2 exames+Segunda chance 15% 20% 128
Pack com 3 exames+Segunda chance 15% 20% 192
Pack com 4 exames+Segunda chance 20% 25% 240
Pack com 5 exames+Segunda chance 20% 25% 300

Além disso, o voucher emitido pelos MCTs você não precisará entrar em contato com a Prometric para cadastro e solicitação do código, já que o voucher dos MCTs já é pronto.

Se precisar de um destes, me mande e-mail pelo formulário de Contato.

Posted: dez 03 2010, 15:40 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Certificação

Documentação de Implementação do App-V 4.6

Apesar de já estar em uma versão avançada, o App-V ainda é desconhecido de muitos profissionais. Porem, trata-se de uma ferramenta para virtualização, mas ao invés de hosts virtualiza aplicações. O seu nome anterior do produto era SoftGrid que foi comprado pela Microsoft.

MODELOS DE IMPLEMENTAÇÃO

Basicamente, o App-V permite que aplicações sejam “sequenciadas” e gera-se um pacote com a aplicação, extensão osd.

alt

Note que a aplicação é instalada no papel do servidor “Sequenciador” no (item 1) que gera o pacote que é distribuído pelo System Center ou pelo próprio App-V Server (item 3) para os usuários que tem as aplicações publicadas por regras no AD administradas pelo console do App-V (item 2).

Também é possível não usar uma estrutura tão complexa como a acima e apenas um servidor que sequencia e distribui a aplicação, mas note que neste diagrama usa-se tanto estações quanto o Terminal Services ou RDS (Remote Desktop Service) do Windows 2008.

Centralized-Management

A vantagem de usar o RDS/TS para publicar a aplicação é que os usuários não precisaram ter a aplicação instalada no farm, por exemplo, criando um ambiente muito mais versátil quando utiliza-se este modelo.

A aplicação pode ser enviada para o cliente tanto pelo protocolo proprietário (RTPS/S) como HTTP. Veja no final a referencia para utilizar HTTP no processo de publicação e distribuição dos pacotes.

VANTAGENS E FUNCIONAMENTO

As vantagens do App-V começam no fato de não ter a instalação individual do pacote nas maquinas. Com isso não precisamos publicar um msi no AD ou no SCCM. A aplicação é copiada na maquina do usuário pelo cliente do App-V na primeira execução e extraído dinamicamente quando da execução.

Como a aplicação sequenciada nada mais é do que um cliente witness que monitora uma instalação e copia no osd todas as alterações criadas pelo instalador, o papel do cliente do App-V é fazer as cópias virtuais dos arquivos (dll, exe, bin, etc.) para os diretórios virtuais correspondentes e também as chaves de registry de forma virtual no registro do Windows.

Um exemplo prático seria a instalação de 3 diferentes versões do Office (2003, 2007 e 2010) na MESMA MAQUINA:

  1. No servidor de sequenciamento do App-V instalamos as 3 versões separadamente criando os 3 pacotes de arquivos, contendo os binários, chaves de registry e outros arquivos da aplicação
  2. Utilizando o console do App-V designamos as 3 versões do Office para um usuário
  3. O cliente do App-V baixa os 3 pacotes individualmente (osd e arquivos auxiliares) para um diretório de conteúdo temporário
  4. O cliente App-V cria os 3 atalhos na estação para as versões individuais, sem que a aplicação esteja fisicamente instalada
  5. Ao clicar no ícone de cada versão o cliente do App-V explode o osd e cria as chaves de registry e copia os arquivos da aplicação, porem em uma camada virtual
  6. A aplicação é executada e ao final esta camada virtual é destruída

Este modelo de uso permitirá que ao executar uma aplicação o usuário não tenha “restos” de seus binários no sistema operacional, permitindo compatibilizar aplicações mais novas com as mais antigas.

Outra vantagem indiscutível é a atualização, já que ao sequenciar um service pack ou hotfix o cliente não irá baixar o pacote inteiro, mas sim apenas as atualizações. Além, claro, que ao atualizar no servidor os clientes automaticamente estarão atualizado.

QUEM TEM DIREITO AO App-V

O App-V não é vendido separadamente em formato FPP (caixinha) como outros produtos. Na versão anterior que se chama SoftGrid fazia parte do pacote MDOP que era composto por outros aplicativos.

Agora o App-V é vendido como parte do pacote Microsoft Desktop Optimization Pack, como ferramenta Microsoft Application Virtualization for Terminal Services ou para assinantes do MSDN.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Hot site do produto: http://www.microsoft.com/systemcenter/appv/default.mspx

Documento de implementação com RDS/TS: App-V Remote Desktop Services.docx (119,87 kb)

Publicando e distribuindo por HTTP: http://blogs.technet.com/b/appv/archive/2010/12/02/guide-to-configuring-microsoft-app-v-to-both-publish-and-stream-via-http.aspx

Posted: dez 02 2010, 14:39 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'teched'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Conteudo do Microsoft TechEd 2012 Noth America Disponivel Online

Assim com o MMS 2012 (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/MMS-2012e28093Novidades-Importantes-e-Assista-o-Evento-Online.aspx) o TechEd 2012 teve o seu conteudo aberto ao público.

Claro que nada substitui a presença em um evento como esse, interagir com outros participantes e os palestrantes, mas para que não pode participar (me incluo) assistir online é uma grande facilidade e oportunidade.

Faça uso dos filtros para encontrar o assunto, palestrante ou track desejada:

http://channel9.msdn.com/Events/TechEd/NorthAmerica/2012

Posted: jun 18 2012, 10:49 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Eventos

Videos do TechEd 2011 disponiveis para assistir online ou baixar

Depois de voltar de férias e ficar no aeroporto de Denver por 8 horas esperando um voo para Seattle (quem disse que isso só acontece no Brasil), li um email informando que algumas palestras do TechEd 2011 foram filmadas integralmente e que uma das 3 que apresentei é uma delas (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Slides-e-Material-das-Minhas-Apresentacoes-no-Microsoft-TechEd-2011.aspx)

Foi escolhida a filmagem da palestra “Utilizando de forma eficiente seu storage para ter o melhor IOPS” e está disponivel no endereço http://www.microsoft.com/pt-br/showcase/details.aspx?uuid=7aa99d21-4f5f-4b65-9606-aa22c14cb682

Alem dessa que apresentei com o Marcio Maisonete outras palestras foram gravadas e podem ser assistidas online.

A lista publicada pelo Fabio Hara contem os videos disponiveis: http://www.fabiohara.com.br/2012/02/17/veja-algumas-palestras-do-teched-brasil-2011/

Posted: fev 27 2012, 17:59 by msincic | Comentários (4) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Eventos | Hardware

Video de Windows System Resource Manager e SysInternals Process Explorer

Uma das minhas palestras no TechEd 2011 foi com o tema “Gerenciamento Recursos do Windows 2008 com o Windows System Resource Manager”, palestra de código SRV 303. Os ppts estão disponiveis em http://bit.ly/nTwJcZ

Após a palestra recebi diversos emails com feedback positivo e me pedindo material adicional.

Os links disponiveis no ppt são para a biblioteca do TechNet, mas obviamente contem apenas a parte téorica e não contempla exemplos práticos.

Pensando nisso, assim que eu tiver um tempo irei montar uma série de videos, mas por enquanto é possivel assistir ao video que gravei no passado em http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Community-Launch-Webcast-Gerenciando-recursos-do-Windows-2008-R2-com-o-WSRM-e-o-Process-Explorer.aspx

Após entrar no site de eventos, clique em “Inscrever-se” e terá a opção de fazer o download em WMV ou assistir online pelo Live Meeting.

Lembrando que o Windows System Resource Manager está disponivel no Windows 2008 em todas as versões e no Windows 2003, versões Enterprise e Datacenter.

Posted: out 10 2011, 18:18 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Live Migration + vMotion + XenMotion–System Center Virtual Machine Manager 2012

É isso mesmo, o VMM 2012 irá contar com as três tecnologias de migração “a quente”.

O VMM 2008 R2 já conta com o vMotion, mas ele gerencia de forma isolada do Live Migration do Hyper-V.

Já o recurso do Xen, o XenMotion, não era suportado. Aliás, o Xen não era suportado no VMM 2008 R2.

O que a Microsoft fez agora é compatibilizar as três tecnologias de migração. Porem não apenas isso, mas permite juntar no mesmo grupo de servidores (managed pool) Hyper-V, ESX e XenServer !!!!!

Agora podemos colocar em um grupo, por exemplo, 3 servidores Hyper-V + 2 servidores VMWare ESX + 2 servidores XenMotion e o VMM 2012 irá conseguir migrar as VMs entre as 3 plataformas. Sensacional !!!!!

Porem, note que entre os host Xen será usado o XenMotion, entre ESX o vMotion e entre o Hyper-V o Livre Migration. Entre eles o processo é de V2V, ou seja, com um restart. A grande mudança é usar o PRO Tips entre hosts mesmo que não Hyper-V e utilizar a tecnologia de move entre os hosts.

image

Figura 1: Servidores ESX junto com servidores Hyper-V

image

Figura 2: Nova arquitetura integrada

Se quiser conhecer mais sobre isso poderá baixar os ppts da palestra que fizemos no TechEd 2011 em http://bit.ly/nTwJcZ

Também acesse os portais do TechNet:

Alem disso, recente post do VP do Gartner comenta as novidades do VMM 2012 e do Hyper-V 3.0 colocando a Microsoft como a nova lider em recursos: http://blogs.gartner.com/chris-wolf/2011/09/20/hyper-v-3-a-windows-server-2003-remix

Posted: out 04 2011, 18:23 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Slides e Material das Minhas Apresentações no Microsoft TechEd 2011

Conforme prometido, seguem os ppts e material adicional que utilizei nas minhas apresentações:

Dia 29/09 as 14:00 - STO301 | Utilizando de forma eficiente seu storage para ter o melhor IOPS

Download: STO301.zip

Dia 29/09 as 15:30 - SRV303 | Gerenciando Recursos com o Windows System Resource Manager

Download: SRV303.zip

Dia 30/09 as 10:10 - VIR307 | Gerenciando ambientes Vmware atraves do System Center Virtual Machine Manager 2012

Download: VIR307.zip

Login