MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Visual Studio 2010 LigthSwitch–Primeiras impressões

No twitter do João Paulo Clementi (twitter.com/jpclementi) foi noticiado o Beta do LigthSwitch, uma interface de desenvolvimento para aplicações muito interessante (http://www.microsoft.com/visualstudio/en-us/lightswitch). Alguns destaques:

  • O IDE é baseado totalmente em banco de dados
  • Os formulários são criados automaticamente, bastando indicar a tabela
  • A interface para o usuário é única, estilo MDI com abas inteligentes
  • A aplicação final é disponivel em SilverLight utilizando, obviamente, WPF
  • A aplicação permite os recursos de debug do VS2010
  • As customizações de layout da aplicação podem ser feitas em runtime “on live”

Ao iniciar o IDE do VS2010 e criar a aplicação o primeiro passo é escolher a fonte de dados:

TelaInicial

No meu exemplo utilizei uma base de dados que já existe, e na sequencia utilizei o botão “New DataItem” que permite a criação dos formulários e grids, escolhendo as tabelas. Você pode escolher em formato grid, tabular ou detalhes, como a figura abaixo:

Form-Criacao

Na sequencia você define os controles para cada coluna, colunas disponiveis e pode adicionar novos botões (Add Layout Item) ou então escrever códigos nos eventos (Write Code) dos controles, como as figuras abaixo:

Construção de Tela

Após incluir as colunas é possivel indicar o tipo de visualização das colunas irá mostrar, o que é importante já que os formulários são todos editáveis e com atualização automática no banco:

Construção de Tela-2

Ao executar o projeto, notando que no meu exemplo utilizei uma tabela de linhas de onibus e municipios, notem a interface criada, onde o próprio LS criou os menus e os formulários de edições em formatos diferenciados, um em grid e outro em formato de edição comum, onde inclui um botão customizado:

Form-Pronto-1

Form-Pronto-2

Notou o botão “Customize Screen” na aplicação?   Ele permite que seja feita customização na aplicação em runtime “on live”, o que permite uma rápida adequação do layout dos diversos itens, como pode ser visto abaixo:

Form-Customizacao

É isso ai, uma excelente ferramenta para desenvolvimento que irá facilitar a criação de data forms com um layout que o cliente irá se impressionar. Este artigo foi um breve overview, instale e descubra que o que esta ferramenta pode fazer.

Posted: ago 27 2010, 13:51 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: .NET | Visual Studio

Segunda chance (Second shot) para parceiros MPN–Descontos de 20% a 30% no Pack

Assim como foi lançada a versão “pública” do Pack Second Shot foi criada uma campanha similar, porem com descontos e numero de exames diferenciados para quem for vinculado a um parceiro MPN (Certifed Partner).

Os prazos são os mesmos da oferta publica (Segunda Chance (Second Shot) de volta com desconto por volume (Pack) de 15% a 20%) mas com a diferença que são packs de 3, 5 ou 8 vouchers com descontos de 20%, 25% e 30% respectivamente.

Portanto, se você for vinculado a um parceiro Microsoft faça a compra pelo MPN e ganhará 10% a mais de desconto, vale a pena !!!

IMPORTANTE: O profissional precisa estar vinculado ao perfil do parceiro e diferente do pack publico, cada voucher pode ser usado por um profissional.

Fonte: http://www.prometric.com/microsoft/partners

Posted: ago 26 2010, 12:22 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Certificação

Exchange Server 2010 SP1–Destaque para teste de integridade e multi-tenancy

Foi disponibilizado terça-feira o Service Pack 1 do Exchange 2010, e como de costume inclui hotfix e rollups anteriores e acrescentadas algumas funções. O download está disponivel em http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?FamilyID=50b32685-4356-49cc-8b37-d9c9d4ea3f5b&displaylang=en.

Na página http://technet.microsoft.com/en-us/library/ff459257.aspx é possivel ver todas as novidades, porem vou destacar as duas que mais me chamaram atenção:

  • Multi-Tenancy
    Este recurso já foi implementado no Sharepoint 2010 e permite criar ambientes isolados. Para entender bem, imagine um provedor de serviços que tem os mailbox separados por empresas. No Exchange 2007 a segurança e outras opções são multiplas e se tornava bem complicado a gerencia disso. No caso do Excahnge 2010 SP1 será possivel criar politicas de organização e de mailbox separados para cada um dos clientes do provedor.
    Este recurso tambem é util para empresas do tipo holding que centralizam serviços, podendo agora ter regras separadas para cada uma das empresas do grupo.
  • Recuperação e reparação GRANULAR
    Até o Exchange 2010 antes do SP1 uma caixa de correio corrompida não tem como ser reparada individualmente, a não ser restaurando o backup com o Recovery Group ou o System Center DPM. Com o SP1 será possivel fazer a reparação de uma unica mailbox ou pasta pública. Veja mais detalhes em Exchange 2010 SP1- Database Integrity checking.

Lembrando que o SP1 é considerado na mesma licença, portanto não será necessário comprar.

Posted: ago 26 2010, 12:13 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Exchange Server

Alterando a porta de envio SMTP do Smart Host no Exchange 2007 e 2010

A porta padrão do Send Connector de um Smart Host é 25, como em todos os clientes SMTP.

Porem, alguns provedores (Mandic e Locaweb) estão alterando para a porta 587 que exige autenticação, mas no Send Connector não há a opção de mudar a porta, como pode se ver na tela abaixo:

image

A mudança da porta não tem interface gráfica, então é necessário usar um cmdlet pelo PowerShell do Exchange:

Set-SendConnector -Identity "<nome do Send Connector>" -Port 587        (Altera a porta)

Get-SendConnector | fl name,port                       (Lista os conectores e as portas)

Posted: ago 26 2010, 10:42 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Exchange Server

Atualizado: Novas regras para Microsoft Certified Gold Partners e Learning Services

A algum tempo que a Microsoft está anunciando mudanças nos processos que envolvem a qualificação de parceiros. E como está ocorrendo esta semana WPC que é o encontro mundial de parceiros ficou mais claro algumas mudanças.

Documento com as regras de competencias (18-10-2010): Value%20of%20Earning%20a%20Micrsosoft%20Competency%20Guide%20June[1].pdf (1,65 mb)

Certified Partner Learning Services (CPLS)

Para se ter uma idéia de como era complicado ser um CPLS, era necessário entregar a Microsoft um Business Plan e estar em uma região onde não fosse causar problemas com os CPLSs já existentes no local. Isso valia até para os CPLSs que já existiam ao querer abrir uma filial em outro local. Ou seja, era um processo complexo e com um certo toque de corporativismo ao proteger os que já existiam.

Porem, este modelo gerava uma concorrência fraca, já que apenas um ou dois na mesma cidade ou região criava mercados fechados. Acordos entre os CPLSs eram comuns criando um custo muitas vezes inacessível ao aluno pessoa física. Tanto é que muitos clientes corporativos buscavam treinamentos em SP pois era mais barato devido a forte concorrência no estado.

Agora qualquer parceiro poderá ser um CPLS se tiver os MCTs (Microsoft Certified Trainer). Também ficou flexível a nível nacional, já que agora um CPLS pode ter filial onde ele quiser, não importando se na cidade ou região já existem outros. Isso irá possibilitar que novos parceiros surjam e que os atuais expandam o modelo de negócio para outros locais.

Certified Partner Gold

Estes estão passando por um momento delicado. Hoje um parceiro precisa ter, por exemplo, 4 MCPs (Microsoft Certified Professional) em uma tecnologia para ser qualificado como Gold. Essa regra não irá mudar.

Porem, muitos são certificados em mais do que uma tecnologia. Por exemplo, um mesmo profissional pode ser certificado em .NET e Sharepoint, ou Windows 2008 e SQL Server. Com isso contando com apenas 4 MCPs um parceiro conseguia ser Gold em duas ou mais competências.

Com a nova regra UM MCP só pode ser qualificado para UMA COMPETENCIA, ou seja, para o exemplo acima se manter o parceiro precisaria ter 8 profissionais, 4 para cada competência desejada. Por que essa mudança?

Conforme a explicação de Redmond os cliente contratavam um parceiro esperando que ele tenha um tipo especializado em determinada competência e na verdade o parceiro tem apenas 3 ou 4 profissionais que são a base de todas as competências ao mesmo tempo. Com a nova regra os parceiros irão possuir 3 ou 4 profissionais EM CADA COMPETENCIA, o que garante uma qualidade e especialização muito maior na solução do problema do cliente.

Fonte: http://borntolearn.mslearn.net/btl/b/weblog/archive/2010/07/14/about-those-new-partner-requirements.aspx

Posted: ago 19 2010, 10:02 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Certificação | Outros
Login